O Curso Vencendo a Candidiase é de Verdade?

Como Amenizar os Sintomas

Durante o dia a gestante pode fazer banhos de assento com água mais fria. A água
fria ajuda na diminuição dos sintomas e ajuda bastante com as coceiras.
Calcinhas mais folgadas e de algodão fazem uma diferença incrível!
Evite absorventes e protetores diários, abafar a região afetada pela candidíase pode
fazer um efeito estufa e aumentar ainda mais o problema.
Banhos quentes estão vetados, prefira fazer uma ducha mais fria na região vaginal
antes de sair do chuveiro.
Nota da autora

Eu tive candidíase nas três gravidezes! Sofria horrores com as crises e por incrível que
pareça, elas só acontecem mesmo quando estava grávida. Por volta da 15ª semana
elas sempre apareciam e aquele desconforto ao andar, sentar e até de ficar de calça
por muitas horas apareciam. Relações sexuais nas crises eram praticamente
impossíveis nas crises de candidíase! Eu sentia muita dor e ardência.

Isso também irá auxiliar na contenção de desejos entre as refeições. Se você
realmente quer ter um lanche entre as refeições prefira vegetais como legumes
cozidos. Um exemplo seria comer brócolis, aipo, cenoura e outros vegetais crus.
Enquanto as frutas que normalmente são muito saudáveis para o corpo, no caso de
uma dieta contra a Cândida, você precisará se afastar da maioria delas principalmente
aquelas que contém grandes quantidades de açúcar.

Claro, você também deverá ficar longe de tudo que contenha altos níveis de açúcar,
independentemente de como isso pode parecer difícil para você. Por exemplo
refrigerantes, chocolates e mel.

– Durma bem. Dormir bem faz toda a diferença, por isso, tente repousar ao menos
oito horas por dia. Noites mal dormidas acumulam cansaço, aumentam a tensão e
prejudicam a imunidade;

– Mantenha uma alimentação saudável. Ingerir alimentos frescos e ricos em
nutrientes é a garantia de fornecer todas as vitaminas e minerais que o corpo precisa
para fortalecer a imunidade;

– Pratique exercícios físicos regularmente, pois eles também fortalecem as defesas do
organismo, além de propiciar sensação de relaxamento por conta da liberação de
endorfinas, hormônios que geram a sensação de prazer.

Além de adotar esses hábitos, é importante refletir sobre as causas do estresse,
procurar atividades relaxantes como acupuntura, meditação e yoga. Caso o problema
persista, procure ajuda médica para investigar as causas do estresse.

Também conhecida por Monoliase Vaginal, a candidíase vaginal é uma infecção
ocasionada por fungo, o Cândida ou Monília, que causa um corrimento espesso,
grumoso e esbranquiçado, acompanhada geralmente de irritação no local.

Para alguns especialistas, a candidíase não é uma doença sexualmente transmissível,
pois pode ocorrer mesmo sem o contato íntimo. Alguns estudos indicam que o fungo
pode estar na flora vaginal, assim, quando a resistência do organismo cai ou quando a
resistência vaginal está baixa pode ocorrer a multiplicação do fungo e a manifestação
dos sintomas.

Estudos mostram que alguns fatores são facilitadores dessa micose:

Antibióticos;
Gravidez;
Diabetes;
Outras infecções (por exemplo, pelo vírus HIV);
Deficiência imunológica;
Medicamentos como anticoncepcionais e corticoides;
Relação sexual desprotegida com parceiro contaminado;
Vestuário inadequado (roupas apertadas e biquínis molhados; lycra e roupa de
academia que aumentam a temperatura vaginal);
Duchas vaginais em excesso.
Entre 20% a 25% dos casos de corrimentos genitais de natureza infecciosa têm como
causa a Candidíase. Diz-se que 75% das mulheres têm essa infecção pelo menos uma
vez na vida.

Para maiores informações entre em http://candidiasetratamento.com.br/